quarta-feira, setembro 24, 2014


Plantemos "sementes boas" em nosso casamento

Conversando com o Marido: Anderson Ricardo



Semana passada brotaram os primeiros pezinhos de feijão-de-vara e melancia no pomar aqui de casa. Já na primavera passada, antes mesmo da casa estar pronta, também havíamos plantado feijão-de-vara - e colhemos durante todo o verão. As árvores frutíferas já estão com dois anos. Algumas, como o pessegueiro, por exemplo, passam o inverno dormentes e "acordam" agora, na primavera, com flores e tudo o mais. Alguns pontos importantes:

- Tem um tempo (uma estação) certo para plantar, um tempo para esperar germinar e crescer, e um tempo certo para colher;
- As boas sementes, lançadas em terra fértil, germinam;
- Se o terreno for preparado, com adubação e limpeza adequada, a tendência é que o que for plantado venha com mais força;
- Quanto mais regar e efetuar a limpeza do local, tirando as ervas daninhas, por exemplo, melhor os resultados;
- Algumas plantas, como o pessegueiro, precisam passar por uma poda no inverno, pois as flores e frutos só nascem em ramos novos;
- A poda também ajuda a planta a crescer, pois tira partes doentes ou que roubam muita força.

Talvez seja possível fazer uma analogia com o casamento. O namoro, o noivado e o casamento são o tempo certo para plantar, germinar e colher. Cada um prepara o seu relacionamento, "aduba e limpa", cria condições para que ele cresça forte. Mesmo depois que o relacionamento já está enraizado, ainda assim é preciso uma manutenção periódica, umas regadas de carinho e atenção, uma limpeza tirando aquilo que esteja o prejudicando. Uma "poda" de tempos em tempos, ou seja, uma revisão do que está roubando a força do relacionamento, e do que está deixando alguma de suas partes doentes, vai revitalizar e manter o crescimento.

Quando andamos pelo nosso pomar, só poderemos colher o que nós mesmo plantamos. Ou seja, plantemos sementes boas em nosso casamento.
8

8 comentários :

Suellen Machado disse...

Falou tudo, lindo post

http://morenaemoderna.blogspot.com.br/

Ariene França disse...

verdade!

amei a analogia!

namoradanoivamulher.blogspot.com.br

Giovana Souza disse...

Ownnn que lindo!!

Bell disse...

oi Pâm

O amor é como uma plantinha, precisa ser cuidado e regado todos os dias.
Quem acha que não precisa cuidar diariamente da relação está indo para o caminho do fracasso.
O nosso maior bem é a nossa família.

bjokas =)

blogvaitercasamento disse...

Oi Pam..
Que delícia ter um pomar em casa! Onde você mora?
Aqui onde moro é quase impossível ter algo assim.. =/

Bjs
http://blogvaitercasamento.wordpress.com

Coisas da Lívia disse...

Amei a reflexão...que nossas sementes possam germinar!!

Beijocas

Blog Dona Ingrid disse...

Uma vez fui uma casamento em que o padre falou isso, que o casamento são como as estações do ano, as vezes tem o inverno, Outono, verão e primavera. Temos que aproveitar o melhor de cada estação!

Ps: quer ver as fotinhas do seu jardim!

Nana disse...

Amém...adorei o post e a analogia!
Bj e fk c Deus.
Nana
http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br

Postar um comentário

Que bom que você esta aqui!!! Muito Obrigada pela visita, seu comentário é muito importante, deixe seu recadinho, dica ou sugestão...
Se preferir envie um e-mail vou adorar conversar com você: casaroubike@gmail.com

Quer Participar?

Você tem alguma dúvida, sugestão?
Quer mandar fotos dos DIY que você fez no seu casamento?
Quer contar como foi sua e-session, first look, seu casamento, seu trash the dress?

Então mande fotos e seu relato para publicarmos para o e-mail: casaroubike@gmail.com .


Recomendo !